Pages

sábado, 16 de fevereiro de 2013

Presidente da Assembleia Legislativa quer reduzir as férias dos deputados



Na sessão de abertura, nessa sexta-feira (15/2), o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Nilo (PDT), que conquistou recentemente o quarto mandato à frente do Parlamento, deu sinais de que não existe mais temor em desagradar a maioria da Casa ao propor a redução das férias dos pares.

O dirigente já havia sinalizado, após o resultado da eleição da mesa que apresentaria a proposta, que, conforme análise de bastidores, não seria de fácil adesão.
O pedetista destacou a colaboração do Legislativo, que apreciou “matérias complexas em 2012 e saiu para o recesso somente perto do Natal”. No mesmo pronunciamento, ele voltou a ressaltar a necessidade, a partir deste ano, de votação dos projetos de origem de deputados. Além disso, frisou que seria preciso manter a “independência e a harmonia entre os poderes”.
Mas, surpreendeu ao tocar na questão do tão falado recesso dos parlamentares, que este ano começou após o Natal e terminou só agora. “Vou apresentar e colocar para votar pedindo a redução para 30 dias as férias. A ideia é que o mandato se encerre em vez de 15 de dezembro em 30 de dezembro e comece em 1º de fevereiro, em vez de 15 de fevereiro”, afirmou. Tribuna.

Mais Informações: Notícia Livre

0 comentários:

Postar um comentário