Pages

sábado, 30 de março de 2013

Ganhei dinheiro e fama, mas perdi 80% da vida; diz cantor Gustavo Lima

Depois de declarar que poderia parar de cantar e que não aguentava mais a correria da profissão, Gusttavo Lima voltou atrás e optou por seguir a carreira nos palcos. Visivelmente abatido, o músico reuniu a imprensa na noite desta quinta-feira (29) para explicar o motivo de seu desabafo no palco na última semana. “Atrás desse corpo tem um ser humano, que está cansado de deixar família para trás, pai, mãe. Às vezes as pessoas pensam que é fácil. Perdi uma irmã recentemente e até hoje sofro com isso. A ficha não caiu”, afirmou ele em uma sala do Credicard Hall, em São Paulo, antes de fazer o seu primeiro show na noite. De lá, o cantor seguiria para o Centro de Tradições Nordestinas, também na capital paulista.

Esse tipo de correria também foi um dos motivos da quase desistência do cantor. “Você olha, está cada dia em um Estado diferente, uma cidade diferente, é muito cansativo”, afirmou.

Durante a coletiva, Gusttavo declarou também que, se ele segue hoje a carreira, é por seus fãs e também por amor ao que faz. “Nunca cantei por fama, por sucesso, por dinheiro. Ganhei dinheiro, fama, mas perdi 80% da minha vida pessoal”, desabafou Gusttavo, que considera um erro ter dito no palco que deixaria de cantar. “Foi um momento de desabafo, de cansaço. Coloquei o pé no palco e não aguentava. Mas fiz um comentário na hora errada. Peço desculpas”, afirmou Gusttavo, que ainda prometeu: “Por respeito aos fãs, com certeza isso não vai acontecer de novo”.

Mesmo considerando um desabafo momentâneo, Gusttavo confessou que já vinha pensando no assunto há algum tempo, tanto que tinha até planos de trabalho, sem abandonar de vez a música. “Quando falei o que falei, já tinha até pensado: vou montar um bar para mim e cantar só no meu barzinho”.

Mudanças na rotina

Gusttavo decidiu, sim, seguir com a carreira, mas algumas mudanças acontecerão daqui para frente. A primeira delas é que, em toda viagem, haverá algum integrante de sua família na equipe de produção. “Quando um irmão, meus pais, viajam comigo, é completamente diferente o astral. Agora sempre terá alguém da minha família me acompanhando”. Por sentir falta de comidas mais caseiras na estrada, a irmã do cantor, será presença constante também nas viagens.

Outra mudança será a longo prazo. Ele, que seguirá a rotina de shows já programados, pensa em diminuir a carga de trabalho em alguns anos. “Quem sabe daqui cinco ou seis anos, dou uma diminuída e faço uns 10 shows por mês”.

Enquanto a agenda de shows não diminui, Gusttavo segue com seus planos de trabalho já programados: dois novos álbuns ainda este ano, sendo um deles em espanhol.


Mais Informações: Rede News Bahia

0 comentários:

Postar um comentário