Pages

sexta-feira, 22 de março de 2013

Jeremoabo: aprovada inclusão do Vale do Rio Vaza-Barris na área da Codevasf

A inclusão do Vaza Barris na área de atuação da Codevasf será muito benéfica para  Jeremoabo e outros municípios da região

Rio Vaza Barris 3 - CpiaCerca de 750 mil sergipanos e 300 mil baianos podem ser beneficiados pela inclusão do Vale do Rio Vaza-Barris na área de atuação da Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco (Codevasf), aprovada nesta quarta-feira (20) no Senado. O projeto, que já havia passado pela Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA), agora foi aprovado na Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) e deve seguir direto para a Câmara dos Deputados.

Uma das autoras do PLS 143/2012, senadora Lídice da Mata (PSB-BA), explica que a Codevasf tem se destacado como uma das mais eficientes empresas públicas no desenvolvimento das regiões onde atua. A empresa incentiva o aproveitamento dos recursos hídricos e do solo dos rios que abrange para fins agrícolas, agropecuários e agroindustriais.
“Acreditamos que as atividades da empresa nesse espaço dos territórios baiano e sergipano possibilitarão a introdução de novas tecnologias e culturas, levando a um melhor aproveitamento dos recursos naturais desta bacia hidrográfica”, afirmou a autora.
O relator do projeto na CDR, senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), lembrou a importância do Rio Vaza-Barris para a história do país.
– Nós estamos falando de um rio da maior importância para a história do país, lembrando que o Rio Vaza-Barris é um rio que passa às margens de Canudos, próximo da sua nascente, e vai desaguar no Oceano Atlântico no Mosqueiro, dividindo as cidades de Aracaju com Itaporanga da Ajuda – lembrou o senador.
O presidente da comissão e um dos autores da proposta, senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE), citou os 14 municípios sergipanos que serão beneficiados após a aprovação completa e sanção do projeto.
– Os mencionados municípios correspondem a quase 19% dos 75 municípios sergipanos. Além disso a própria capital do estado está inserida na bacia hidrográfica assim como os importantes polos agroindustriais de Lagarto e Itabaiana – informou.
A Codevasf e o Rio Vaza-Barris
Originalmente, a área de atuação da Codevasf abrangia somente o vale do rio São Francisco, mas a qualidade e a eficiência das ações da empresa motivaram a ampliação legal da sua zona de atuação. Nos últimos anos, passou a englobar também os vales dos rios Parnaíba, Itapecuru e Mearim, abrangendo os estados de Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, Minas Gerais, Goiás, Piauí, Maranhão, Ceará e o Distrito Federal. O objetivo da ampliação é promover o desenvolvimento integrado de áreas prioritárias e a implantação de distritos agroindustriais e agropecuários.
O rio Vaza-Barris nasce no Município de Uauá, na Bahia. Sua extensão é de 450 quilômetros, dos quais 152 estão em Sergipe. A área total da bacia hidrográfica é de 17 mil quilômetros quadrados, cuja maior parte está no território baiano.
Agência Senado

0 comentários:

Postar um comentário