Pages

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Clarões no céu no fim de semana intriga moradores de cidades do interior baiano

Por volta das 20h do último sábado, moradores de Acajutiba, Aporá e Itamira relataram terem visto um clarão no céu. O assunto repercutiu nas redes sociais. Alguns internautas disseram ter visto o “fenômeno” e utilizaram o senso comum para justificar o fato inusitado.


"Alguém ai sabe me responder o que foi aquele clarão no céu, no último sábado por volta das 20h, pode ser visto em acajutiba, Aporá e itamira. até o momento ninguém sabe o que foi tal fenômeno." Questionou o internauta Marcos moral no Facebook.

Após a postagem dele, outros internautas de Acajutiba e Região também comentaram ter visto um grande clarão céu.

"Em Crisópolis também!" Disse Hamilton Bispo também no Facebook.

Em 15 de fevereiro deste ano uma poderosa explosão que quebrou janelas e deixou um rastro esfumaçado no céu do leste da Rússia parece ter sido causada por um meteoro, de acordo com as autoridades e noticiários de todo o país. Mais de 1000 pessoas ficaram levemente feridas, principalmente pelos estilhaços de vidro.

Em Alagoas uma situação parecida com essa aconteceu na noite do dia 22 de setembro de 2012 o “clarão” visto no céu também intrigou internautas nas redes sociais. O objeto não identificado rasgou a atmosfera em chamas, causando espanto em quem presenciou o fenômeno.

Também, no último final de semana, uma luz brilhante apareceu na localidade do Cunha, zona rural de Santo Antônio de Jesus, e acabou deixando muitos moradores maravilhados e outros assustados. A moradora Lavane Pires em entrevista ao repórter Joselito Fróes, explica que estava com sua família ao ar livre no momento que apareceu a luz, por volta das 20 horas da noite, “foi muito rápido, notamos uma luz azul muito bonita clareando todo o céu, ficamos fascinados”, conta. A moradora relata ainda que acredita ter sido algum meteorito que se chocou, “pois se fosse fogos de artifício, conseguiríamos ouvir o barulho, foi, realmente, algo extraordinário”, concluiu.

Rede



Mais Informações: Rede News Bahia

0 comentários:

Postar um comentário