Pages

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Governo do Estado acompanha caso do assassinato do líder do MST



O governo do Estado está acompanhando o caso do assassinato do líder do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Fábio dos Santos Silva, ocorrido esta semana, no município de Iguaí, sudoeste baiano. Representando o governador Jaques Wagner, a titular da Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres (SPM), Lúcia Barbosa, compareceu ao sepultamento do dirigente, realizado nesta quarta-feira (3). A secretária conversou com parentes da vítima, falando da disponibilidade do governo baiano em articular seus organismos para ajudar na apuração do fato
.
“O governo entende que não é possível tolerar crimes como este, que está sendo associado a conflitos agrários na região. Estamos levantando subsídios para levar à Secretaria da Segurança Pública”, disse a secretária, informado que ainda nesta quinta (4) será solicitada uma audiência com o titular da SSP para tratar do assunto. Segundo dirigentes do movimento, Fábio vinha sofrendo ameaças desde 2010. Ele foi morto a tiros, após ser interceptado por uma moto na estrada que dá acesso à localidade de Palmeirinha. O crime foi presenciado pela esposa e uma criança filha do casal.
Fábio morava em um dos três assentamentos de famílias trabalhadoras rurais existentes em Iguaí. Assim que soube do crime, a direção do MST informou à Governadoria e à Ouvidoria Geral do Instituto Nacional de Colação e Reforma Agrária (Incra), cobrando intervenções acerca do fato. Na comitiva que visitou o município ainda estavam o deputado federal Valmir Assunção, o superintendente regional do Incra Luiz Gugé, o vereador de Salvador Luiz Carlos Suíca, além de lideranças e autoridades da região, prestando solidariedade aos familiares e membros do movimento.

Noticia Livre

0 comentários:

Postar um comentário