Pages

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Jeremoabo: agricultor do Assentamento Paraíso morre após realizar pulverização com agrotóxico

A equipe médica ainda tentou reanimar a vítima, mas não obteve êxito

TrabPor Adalberto Moreno
O contato com agrotóxicos pode ter causado a morte de Ailton Correia dos Santos, de 49 anos. O trabalhador rural teria manipulado tais produtos no combate às lagartas na lavoura. De acordo com informações de vizinhos, ele já havia se sentido mal na semana passada, após a aplicação do defensivo, mas chegou a dizer que não foi em função da aplicação do agrotóxico e sim por intoxicação alimentar.  Na manhã de ontem, 18, Ailton voltou a pulverizar sua plantação, mas sentiu-se mal e foi encaminhado às pressas para o Hospital Municipal de Jeremoabo, onde já chegou por volta das 12h00, praticamente sem sinais vitais e foi a óbito.

Ailton, que iria aniversariar amanhã, 20, residia no Assentamento Paraíso, que fica às margens da BR 110, próximo à Escola Agrotécnica de Jeremoabo.
O uso de agrotóxicos em lavouras no município de Jeremoabo revela um diagnóstico triste e desolador. Trabalhadores sem instrução são expostos ao produto, sem receber treinamento e, raramente, utilizando os equipamentos de proteção individual. O resultado é o aumento de casos de intoxicações a cada ano, bem como casos antigos que só são descobertos muito tempo depois.

Mais Informações: Jeremoabo Agoras

0 comentários:

Postar um comentário