Pages

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Governo lança Política Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional



O Governo da Bahia lança, na próxima quinta-feira (1º), a Política Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (PESAN), no auditório da Fundação Luís Eduardo Magalhães (FLEM), às 14h00. O decreto que regulamenta a nova política será assinado pelo governador Jaques Wagner durante a cerimônia.

A PESAN nasce na data de comemoração dos dez anos do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional do Estado da Bahia (CONSEA-BA). Na oportunidade, o governador dará posse aos 36 membros do Conselho, além de assinar, também, a regulamentação do Grupo Governamental de Segurança Alimentar e Nutricional (GGSAN), coordenado pela secretaria da Casa Civil.
Para promover a segurança alimentar, o governo está investindo em ações de sistemas sustentáveis de produção de alimentos, no fortalecimento da agricultura familiar, no acesso a terra e a água, além de fomentar a conservação dos recursos naturais necessários à produção de alimentos saudáveis, dando atenção a carências nutricionais e a assistência alimentar aos mais vulneráveis.
Por seu teor multidisciplinar, a Política de Segurança Alimentar recebe intervenções de diversas áreas, como a da saúde, da agricultura, da assistência social, da educação, do meio ambiente, e, por isso, não há apenas uma secretaria responsável pelos programas envolvidos.
A elaboração e coordenação da Política é responsabilidade do GGSAN, grupo composto pelas Secretarias de Combate à Pobreza, de Agricultura, Saúde, Educação, Trabalho, Planejamento e da Casa Civil, que o preside. O órgão esta também à frente da construção do Plano Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional.
O secretário da Casa Civil e presidente do Grupo Governamental de Segurança Alimentar e Nutricional, Rui Costa comentou a importância da nova Política. “A PESAN é lançada com a perspectiva de aprofundar na Bahia os avanços que fizeram do Brasil uma referência mundial no combate à fome e à pobreza. Este é mais um passo em prol da construção do Plano Estadual de Segurança Alimentar Plano, que irá integrar, fortalecer e ampliar as ações em execução. O trabalho é para que se concretize o acesso de mais baianos  a uma alimentação de qualidade”, afirma Rui.

Casa Civil da Bahia

0 comentários:

Postar um comentário