Pages

sábado, 13 de julho de 2013

Seca: Defesa Civil decreta situação de emergência em 48 municípios do País

Enlarge font
image No Nordeste, a longa estiagem ainda castiga moradores
Em função do extenso período de seca na região do Semiárido, e em decorrência das intensas chuvas no Sul do país, o Ministério da Integração Nacional, por meio da Secretaria Nacional de Defesa Civil, decretou situação de emergência em 48 municípios nesta sexta-feira (12).

As portarias com os reconhecimentos foram publicadas no Diário Oficial da União. Por estiagem, 37 cidades alagoanas decretaram emergência. Em Pernambuco, o município de Lagoa dos Gatos teve seu estado de emergência reconhecido. Em Minas Gerais, os municípios reconhecidos foram Cristália Seca; Felisburgo e Santa Maria do Salto. No Piauí, Jatobá do Piauí. Já no Rio Grande do Norte, a cidade foi Espírito Santo. Acesse aqui as portarias.

Por chuvas intensas e enxurradas, a Defesa Civil Nacional decretou emergência em quatro cidades do Paraná - Cruzeiro do Oeste; Rosário do Ivaí; Verê e Nova Prata do Iguaçu. Em Santa Catarina, também por enxurrada, foi reconhecida emergência em Três Barras. No último dia 10/7, o ministro Fernando Bezerra Coelho e a ministra Gleisi Hoffmann (Casa Civil), anunciaram repasses de R$ 8,5 milhões para auxílio à população do Paraná que sofre com as fortes chuvas que atingem o estado. Saiba mais.

O Governo Federal já investiu, desde 2012, mais de R$ 12 bilhões para reduzir os efeitos da estiagem no semiárido brasileiro. São ações emergenciais e estruturantes, além de linhas especiais de crédito, para amenizar as perdas econômicas e ajudar o sertanejo na convivência com a seca que atinge mais de 10,6 milhões de pessoas em 1.422 municípios do Nordeste e de Minas Gerais.

Para compensar as perdas na produção, o Governo Federal também prorrogou os prazos para aquisição de créditos rurais e estabeleceu a renegociação das dívidas agrícolas.

Mais Informações: Interior da Bahia

0 comentários:

Postar um comentário