Pages

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

SEMIÁRIDO: Máquinas agrícolas e obras hídricas beneficiam o Sudoeste da Bahia


O desenvolvimento do semiárido baiano no Sudoeste do estado contará com novas ações do Governo da Bahia. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (30), em cerimônia no Centro de Convenções de Vitória da Conquista. Entre as realizações estão os 16 sistemas de abastecimento de água para consumo humano, os 33 sistemas de água para consumo animal e a entrega de conjunto de máquinas agrícolas para municípios da região.
No ato, o secretário da Casa Civil, Rui Costa, representou o governador Jaques Wagner, acompanhado dos secretários Cézar Lisboa (Relações Institucionais), Moema Gramacho (Desenvolvimento Social) e Cícero Monteiro (Desenvolvimento Urbano).
O conjunto de máquinas entregue beneficiará os territórios de Vitória da Conquista, Médio Rio de Contas e Médio Sudoeste da Bahia, contemplando 31 municípios, integrantes dos consórcios públicos Vale do Rio Gavião (Civalerg) e Intermunicipal do Sudoeste da Bahia (Cisudoeste). As oito máquinas somam investimentos do Estado de R$ 3,1 milhões. "São retroescavadeiras, motoniveladoras, caminhões caçamba e pás carregadeiras, que, somadas às cinco máquinas distribuídas pelo governo federal, darão condições de os gestores municipais fazerem obras hídricas, estradas vicinais, melhorando a vida do homem do campo", explicou Rui Costa.

Foram autorizados 14 sistemas simplificados de abastecimento de água e dois sistemas integrados para consumo humano - realizações do programa Água para Todos. Juntos, eles somam R$ 7,7 milhões em investimentos. Para consumo animal, serão 33 novos sistemas, cujo valor total é R$1,4 milhão. A execução dessas obras será feita pela Companhia de Engenharia Ambiental e Recursos Hídricos da Bahia (Cerb). Também foram autorizadas as ampliações dos sistemas de abastecimento de água das cidades de Boa Nova e Piripá. As obras preveem R$ 4,2 milhões de recursos.
Através da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (Car), o governo baiano entregou 17 tratores em prol da mecanização agrícola. Doze dele são provenientes de emenda parlamentar. Cada unidade tem o custo de R$72 mil.
Pelo Programa de Segurança Alimentar do Rebanho, agricultores de Vitória da Conquista receberam 50 mil mudas de palma. O objetivo é que eles tenham reserva alimentar para seus animais em períodos de estiagem.
Regularização fundiária - No ato, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) anunciou imissão de posse da Fazenda Monte das Oliveiras, no município de Vitória da Conquista. São 3 mil hectares onde 61 famílias serão assentadas. O Estado ainda entregou 208 títulos de regularização fundiária a agricultores familiares que passam a ser, oficialmente, os donos das propriedades.
Pelo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), ocorreu a distribuição de 744 equipamentos, contemplando 14 centrais situadas nos territórios de Vitoria da Conquista e Chapada Diamantina.

--

      Ascom - Casa Civil

0 comentários:

Postar um comentário