Pages

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Corpo da professora morta em Lajedão será exumado

Um pedido de exumação do corpo da professora Ivanildes Ribeiro Figueira, 38 anos, já foi solicitado pela delegada Maria Luiza que investiga as circunstâncias do acidente envolvendo uma moto e um caminhão que provocou a morte da diretora de uma escola na Vila Betinho, zona rural de Lajedão, no último dia 7 na BA 693 que liga Ibirapuã a Lajedão.
O ofício 204/2013 – uma Exumação e Exame Pericial em Cadáver foi solicitado ao Departamento de Polícia Técnica de Teixeira de Freitas sob a justificativa de realizar os exames de necropsia, uma vez que os procedimentos legais não foram cumpridos.
O acidente aconteceu por volta das 12h e a professora veio a óbito depois de ser socorrida pela equipe do Samu  e levada para o Hospital Municipal de Medeiros Neto, onde faleceu horas depois. O sepultamento aconteceu na tarde do dia seguinte (sexta, 8 de novembro).
Segundo a delegada a falta dos procedimentos legais compromete a retirada do Seguro DPVAT e a conclusão do inquérito policial, uma vez que o motorista do caminhão ainda não identificado, fugiu sem prestar socorro.
A professora Ivanildes teve a sua Declaração de Óbito assinada pelo médico Edivaldo Pereira, tendo como causa da morte: Traumatismo Crânioencefálico por Acidente de Motocicleta. Segundo a delegada titular, Maria Luíza, a família procurou a delegacia para prestar depoimentos e foi informada por ela, que o procedimento foi irregular, sendo agora necessário, a Exumação do Cadáver.

Fonte: NoticiaAgora
Mais Informações: Sul Bahia News

0 comentários:

Postar um comentário