Pages

sábado, 30 de novembro de 2013

Virgem de Sapeaçu diz ter sido abusada sexualmente em São Paulo


Rebeca Bernado Ribeiro 19, ficou conhecida como a virgem de Sapeaçu, no recôncavo baiano, após o desejo de leiloar a virgindade, contou através de sua página no Facebook que foi violentada sexualmente por um homem que conheceu na casa de show onde trabalha como Pole Dance em São Paulo.

Rebeca descreve em conversa com uma amiga, como o caso aconteceu: - “ Me recuperando após ter sido violentada, não sei como um ser humano pode ser tão covarde. Ao sair com cara que peguei carona na balada, ele me violentou, me fez transar com ele a força, machucou meu braço, botou dedo na minha boca e me xingou” afirmou Rebeca.

No inicio do último mês de fevereiro Rebeca sinalizou em rede social que não iria prosseguir com o Leilão de sua virgindade, após iniciar um relacionamento com um jovem paulista. - Sinto muito, estou namorando e não estou mais com o leilão. Pois meu namorado decidiu, oh ele, oh o leilão. Estou com ele -, pontou Rebeca em sua página na internet.



Entretanto neste mês de novembro, Rebeca voltou atrás e resolveu continuar com a proposta de vender sua virgindade, onde alega ter recebido uma oferta de 70 mil reais, mas não aceitou o lance. Rebeca ficou internacionalmente conhecida após veículos de comunicação como o canal americano CNN se deslocar até Sapeaçu, onde gravou entrevista com a jovem.

Tabloides como The Saun e Huffington Post, também realizaram matérias sobre Rebeca. A historia de Rebeca iniciou após a garota publicar um vídeo na internet em 2012, propondo um leilão da sua primeira experiência sexual. Segundo a jovem o dinheiro seria usado para cuidar da saúde da mãe, que tinha sofrido um AVC (Acidente Vascular Cerebral). A virgem de Sapeçu, inspirou-se em outra jovem; a Catarinense Catarina Migliorine que também iniciou um leilão pela sua virgindade.

*Voz da Bahia

Mais Informações: Alta Pressão Online

0 comentários:

Postar um comentário