Pages

domingo, 8 de dezembro de 2013

“É gostoso levar uns tapas na hora H”, admite Babi Rossi no Paparazzo; veja ensaio


babi1
Babi Rossi está de volta ao Paparazzo. O primeiro ensaio da modelo para o site foi em 2012, quando ela apareceu careca após ter a cabeça raspada ao vivo no “Pânico”. Desde então, ficou mais solta para as lentes do fotógrafo e também para revelar detalhes de sua intimidade (abaixo, assinantes conferem vídeo com entrevista exclusiva).



Depois de contarr que tem um kit especial para namorar, a Babi admite que entre quatro paredes não dispensa uns tapinhas. “Apanhar de graça não tem nada a ver. Mas é gostoso levar uns tapas na hora do tesão. Já levei tapa e dei também. Briga de amor não doi!”, garante ela. A ex-panicat, no entanto, diz que esta é sua única “loucura” na hora “H”. Ela não curte fazer sexo em locais exóticos e elege a cama como a melhor opção: “Gosto de transar em um lugar confortável e não há nada melhor que o quarto”.
babi3
Babi também garante não ter fantasias sexuais. Ela acredita que este tipo de “tempero” na relação não cabe nos seus 23 anos. “Fantasia é para casal mais velho, que precisa fazer algo diferente para esquentar a relação. Não tenho vontade ainda de fazer coisas loucas.”


Os tapinhas de amor, porém, não rolaram durante os dez meses em que namorou Olin Batista, filho do empresário Eike Batista. “Olin não levou tapas, mas deveria levar de outro jeito para ver se melhora”, diz ela que considerou o ex-namorado infantil e indeciso na hora de terminar o relacionamento. “Ao mesmo tempo que ele queria me namorar, também queria curtir. Depois ficava me mandando mensagens pelo celular. Não gosto de gente indecisa”.
babi2
A modelo desconfia que Olin colocou um ponto final no namoro sob influência dos amigos. “Os amigos dele me detestavam porque todos queriam ficar na aba dele, para que ele pagasse as idas às boates nos camarotes. Ele só ficou famoso quando começou a namorar comigo. Quem era o Olin antes? O filho do Eike e só”.


Atualmente solteira, Babi garante que sua única preocupação da nova solteira do pedaço agora é cuidar da carreira. Além de trabalhar como modelo, a ex-panicat se prepara para estrear como cantora e, quem sabe, atuar na TV. “Vou tentar a carreira artística, que é o que eu quero.” Enquanto isso, a falta de namorado não a incomoda. “Não sou de ficar com qualquer um e ultimamente tenho achado os homens péssimos. Só vou me envolver novamente com alguém quando o cara tiver muito a ver comigo”, avisa. (EGO)

0 comentários:

Postar um comentário