Pages

sábado, 7 de dezembro de 2013

Faculdade é punida e não poderá realizar vestibular para Direito e Administração

Fonte: BahiaEconômia
Foto: BahiaEconômia
Foto: BahiaEconômia
O Ministério da Educação anunciou ontem uma redução de vagas nas universidades que poderão fazer vestibular no ano que vem. Em todo país, 270 cursos de graduação não poderão realizar vestibulares para o ano que vem, dentre eles, na Bahia treze cursos de onze faculdades baianas estão na lista.
Na capital baiana, não poderão realizar processo seletivo no ano que vem a Estácio FIB, Castro Alves e Faculdade da Cidade do Salvador, para os cursos de Ciências Contábeis; a Unyahna, para Direito; a Faculdade São Salvador, para Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos e Ciências Contábeis; e a São Camilo, para Administração.
Em Lauro de Freitas, as Faculdades Integradas Ipitanga não poderão abrir inscrições para vestibular de Jornalismo. Já em Vitória da Conquista, a Faculdade Independente do Nordeste e a FTC não abrirão vagas para os cursos de Direito. Em Santa Cruz Cabrália, a Faculdade do Descobrimento fica impedida de realizar vestibular para Administração e, em Itamaraju, a
Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas não realizará processo seletivo para Direito e Administração.
De acordo com o MEC, 270 dos 5,8 mil cursos avaliados no país foram punidos, o que representa 12,9% do total. Isso significa que o ensino superior brasileiro terá menos 44 mil vagas de ensino superior disponíveis em 2014.

0 comentários:

Postar um comentário