Pages

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Homem perde 5 irmãos em acidente com ônibus que matou 13 na BR-110

Homem BanzaeUm homem perdeu 5 irmãos no acidente que matou 13 pessoas na manhã desta segunda-feira (27) na BR-110. Leopoldo Matos de Souza esperava a chegada dos irmãos e de um sobrinho que moram em São Paulo quando soube por um telefonema nesta manhã de hoje da tragédia. Dez pessoas morreram no local, depois que um trator se desprendeu de um caminhão e bateu de frente com o ônibus da empresa Gontijo, que seguia para Paulo Afonso.

Leopoldo contou ao “Acorda Cidade” que a família planejava a viagem há cerca de um mês. Os irmãos já viviam em São Paulo há 25 anos e iam visitar os parentes em Banzaê. “Marina Matos, Marisa Matos, Elvira Matos, Maura Matos e Amauri Matos eram meus irmãos. A Marina estava de férias e os outros decidiram vir junto com ela. Tinha uns oito meses que não via meus irmãos”, contou Leopoldo ao site. O sobrinho dele, Andrew Campos, está entre os feridos.
No acidente, uma criança de apenas 2 anos que viajava com a mãe, Ana Paula da Silva, 24 anos, saiu ilesa. Ana Paula e o filho dormiam quando a batida aconteceu. A mãe contou que a criança assustou muito no momento do acidente e acordou chorando, mas não sofreu nenhum tipo de ferimento. Ana Paula teve pequenos ferimentos na perna e no ombro e passa bem. Ela seguia de São Paulo para Paulo Afonso, destino final do ônibus.
O motorista da carreta, Joniçon Lima Santos, 43 anos,  foi autuado em flagrante por dolo eventual. A polícia entendeu que ele assumiu o risco de causar um acidente por transportar o trator na carreta sem nenhuma segurança – o trator não estava amarrado.
Os corpos das vítimas, que ainda não tiveram os nomes divulgados, foram levados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT).
A assessoria de comunicação da Gontijo informou que o ônibus saiu às 23h de sábado (25) da cidade de São Paulo e estava com 30 passageiros no momento do acidente. A empresa diz ainda que está arcando com as despesas do atendimento às vítimas e que enviou para Alagoinhas uma equipe médica de Belo Horizonte para acompanhar todos os feridos.

Jeremoabo Agora

0 comentários:

Postar um comentário