Pages

sábado, 25 de janeiro de 2014

Pai estupra e mata filha de 12 anos e tenta matar o filho de 3

 
Radar64
Um crime deixou a população de Porto Seguro e região indignada nesta sexta-feira 24 de janeiro. O ajudante de pedreiro Márcio Souza dos Santos, 36 anos, após ter estuprado matou de forma covarde a própria filha de 12 anos asfixiada.

Após matar a filha a jovem Micaela, no bairro Mirante, o ajudante de pedreiro, foi até a casa do filho de outro relacionamento em Santa Cruz Cabrália e ainda tentou  matar a criança, jogando  na frente de um ônibus em movimento. O motorista conseguiu desviar da criança, evitando assim a morte do menor.
Segundo o Delegado o ajudante de pedreiro já havia sido encaminhado a delegacia da Polícia Civil um dia antes do crime, na  tarde de quinta-feira 23 de janeiro, para prestar esclarecimento, ele  foi acusado pela Mãe de Micaela  de ter levado a filha à força de Itagimirim para Porto seguro. Versão contestada pela própria filha.
Micaela disse para a polícia que estava com o pai por vontade própria. “Perguntada se ela queria voltar, ela disse que sim, mas não naquele momento”, disse o delegado Élvio Brandão, coordenador da 23ª Coorpin de Eunápolis.
A polícia contou ainda que o homem teria ligado para o delegado e informando  que teria matado a criança e que iria até a Cabrália para matar um outro filho. Ao confirmar o crime várias viaturas de polícia foram em direção a Cabrália e outras no sentido contrário para tentar interceptar o criminoso, que também tentou suicídio se jogando embaixo do ônibus
A delegada Viviane Amaral, da Delegacia da Mulher, declarou que Márcio foi autuado em flagrante por três crimes: Homicídio qualificado, tentativa de homicídio e estupro de vulnerável.
O corpo da vítima passou por exames no Departamento de Polícia Técnica. (DPT) de Porto Seguro, que constatou a causa da morte por asfixia e o estupro, frisou a delgada.
Informações dão conta de que o crime foi motivado porque o Marcio não aceitava a separação com a mãe de Micaela. Ele chegou a disser na quinta-feira na delegacia onde teria indo prestar esclarecimento, que ela tinha um novo relacionamento e que ele não aceitava que filha ficasse com ela por este motivo.

SulBahiaNews
Radar64  

0 comentários:

Postar um comentário