Pages

domingo, 23 de março de 2014

BAHIA É O ESTADO COM MAIOR DÉFICIT DE PROFESSORES

BAHIA É O ESTADO COM MAIOR DÉFICIT DE PROFESSORES  Um levantamento do ensino médio realizado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) revela que a Bahia é o estado com o maior déficit de professores qualificados em todo o Brasil. Para suprir a carência seria necessário contratar 6.931 profissionais com formação específica nas 12 áreas do conhecimento que compõem o arco de disciplinas obrigatórias do antigo segundo grau. O número corresponde a 21% do total registrado no país - 32.738. É ainda quase duas vezes maior que o de Minas Gerais, segundo colocado no ranking, com déficit de 3.962 docentes. Em seguida, vêm Amazonas (2.069), Pará (2.024) e São Paulo (1.792). Na outra ponta da tabela, está o Distrito Federal, que só precisaria preencher 60 vagas.
O resultado, divulgado ontem, integra o relatório final da auditoria feita ano passado pelo TCU, com apoio de 28 tribunais estaduais. De acordo com os dados compilados pelo TCU, o déficit de professores com formação específica na Bahia é maior em Física (1.090). Foram registradas carências altas em Português (809), Língua Estrangeira (790), Química (616) e Biologia (520). A radiografia do TCU deixa a Bahia no topo do ranking dos estados com maior quantidade de professores sem formação específica atuando no ensino médio: 15.823. Quantidade quase cinco vezes superior a de Santa Catarina (3.308), que ficou em segundo.

/
Fonte: Correios

0 comentários:

Postar um comentário