Pages

sábado, 8 de março de 2014

Mesmo após fim do carnaval, virose do Lepo Lepo deve afetar mais pessoas nos próximos dias

Mesmo após fim do carnaval, virose do Lepo Lepo deve afetar mais pessoas nos próximos dias
Foto: Cláudia Cardozo / Bahia Notícias
Como esperado, as viroses comuns após o período do carnaval já começaram a lotar as emergências de hospitais. Porém a “gripe do Lepo Lepo” – como já é chamada pela população - deve afetar ainda mais pessoas nos próximos dias. De acordo com o médico infectologista Robson Reis, membro da Câmara Técnica da Infectologia, órgão ligado à Secretaria de Saúde de Salvador, o movimento observado nos hospitais, apesar de maior, ainda não atingiu o seu ápice. “Eu acredito que deva aumentar a partir deste sábado (8), por causa do período de incubação”, afirmou. Em entrevista ao Bahia Notícias, Reis explicou que as viroses possuem um período assintomático, que na maioria dos casos dura entre um e quatro dias. O infectologista deu ainda dicas para aqueles que querem evitar a contaminação. “Para quem não adoeceu, é bom evitar ficar em ambientes fechados com pessoas infectadas. Com o calor, é difícil falar para não usar o ar condicionado, mas como a propagação ocorre pelo ar, um ambiente arejado é melhor”. Além disso, as pessoas devem evitar contatos íntimos com os infectados, lavar sempre as mãos e evitar levá-las à boca e ao nariz. “Você pega em uma maçaneta, um grampeador, e acaba transmitindo”, lembra. Para quem já está doente, o médico indica hidratação, repouso e remédios sintomáticos, e ressalta a importância da etiqueta: ao invés de espirrar na mão, o que pode facilitar a contaminação de outros, as pessoas devem espirrar na dobra do cotovelo. Para quem está com diarreia, Reis explica que alimentos gordurosos e derivados do leite podem agravar os sintomas. Por fim, fala ainda de cuidados básicos no período pós-folia. “Agora é momento de relaxar, dormir bem, se alimentar corretamente e se hidratar, para que o sistema imune possa se recuperar”. O infectologista frisa que o que as pessoas chamam de “gripe do Lepo Lepo” é, na verdade, um resfriado, que possui sintomas mais brandos. Mas reforça que quem apresentar um quadro de febre alta, dor intensa, dificuldade de respirar e outros sintomas mais graves deve procurar auxílio médico.
 
Bahia Notícias 

0 comentários:

Postar um comentário