Pages

domingo, 2 de março de 2014

Prática sexual estimula neurônios e aumenta inteligência, afirma estudo

Segundo os pesquisadores, o ato estimula a criação de neurônios
sexoQuando o seu parceiro ou parceira disser que não está lá muito a fim de curtir uma noite mais caliente, você pode argumentar que o sexo faz bem para a cabeça. Isso porque uma pesquisa da Universidade de Maryland, nos EUA, afirma que a prática sexual pode aumentar a inteligência, além de ser um componente importante na diminuição do estresse e ainda ajudar na queima de calorias.

Segundo os pesquisadores, o ato estimula a criação de neurônios localizados no hipocampo, área responsável pela memória de longo prazo. Para chegar aos resultados, a equipe fez testes em ratos e concluiu que, quando as relações sexuais não aconteciam, ocorria uma queda na “inteligência”. “Descobrimos que, mesmo se não tivesse ocorrido a produção de novos neurônios, as habilidades cognitivas adquiridas durante o experimento diminuíam uma vez que submetidos a longos períodos sem atividade sexual”, informaram ao jornal britânico Daily Mail.
A pesquisa ainda observou que o aumento da atividade sexual inunda as células do cérebro com oxigênio. Os neurônios são um tipo especializado de célula que compõem os blocos de construção básicos do sistema nervoso. Antes dos norte-americanos, coreanos da Universidade de Konku, revelaram que o sexo aumenta funções intelectuais. Segundo os orientais, casais mais velhos, mas sexualmente ativos, têm também menos chances de desenvolver demência.

Jeremoabo Agora

0 comentários:

Postar um comentário