Pages

domingo, 13 de abril de 2014

Incêndio deixa ao menos 16 mortos e 500 casas destruídas em Valparaíso


Um incêndio de grande proporções deixou ao menos 16 mortos e mais de 500 casas destruídas na cidade portuária chilena de Valparaíso, enquanto os bombeiros tentavam combater o fogo que arrasou áreas da cidade e obrigou milhares de pessoas a desocupar suas casas.

O fogo começou ontem à noite em uma zona de floresta nos arredores do porto, mas o vento propagou as chamas a seis morros que rodeiam a cidade e onde há moradias.

Ao amanhecer de domingo, foi possível ver a destruição deixada pelo incêndio, o pior a atingir a cidade declarada patrimônio da humanidade pela Unesco.

"O carabineros (policiais) atualizaram o número de pessoas falecidas, aumentou a 16", disse a Oficina Nacional de Emergências (Onemi).

A presidente do Chile, Michelle Bachelet, declarou estado de catástrofe e viajou ao local.

Cerca de 1.200 bombeiros e centenas de brigadistas de resgate trabalhavam sem trégua para apagar os últimos focos do grande incêndio, que com suas chamas de 20 metros de altura devastou aproximadamente 800 hectares.

Aproximadamente 5.000 pessoas ficaram feridas no incêndio e cerca de 10.000 tiveram de deixar suas casas e foram para albergues ou casa de familiares.

Várias áreas afetadas pelo fogo ainda estavam sem energia, nem abastecimento de água. Valparaíso fica a pouco mais de 100 quilômetros ao oeste da capital Santiago.

"O sinistro não está extinguido completamente. Há focos que seguem ativos. Isto é o mais catastrófico que já vivi em Valparaíso. É difícil saber se o incêndio está controlado", disse o chefe de governo regional em Valparaíso, Ricardo Bravo.
 
Chapada Noticias

0 comentários:

Postar um comentário