Pages

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Populares realizam manifestação na BA 400 próximo a Cardeal da Silva, prefeita esclarece problemas

Dezenas de moradores realizaram na manhã desta segunda-feira (07) uma manifestação para reivindicar melhorias do governo para BA 400 que nasce na BR 101 e segue em boas condições até Nova Pastora, deste trecho em diante o que se ver é uma estrada de terra onde um antigo asfaltamento não existe mais. Os manifestantes disseram que a manifestação seria realizada de forma pacifica e que o objetivo não é vandalizar.
A manifestação organizada por agricultores e moradores do trecho em más condições terminou no fim da manhã mas não comprometeu por completo o trafego de veículos. A BA 400 termina próximo a linha verde onde são encontradas as entradas para algumas praias, inclusive a do Baixio.

Em entrevista concedida a emissora de rádio Brisa Mar, a prefeita de Cardeal da Silva Maria Quitéria disse que nenhum grupo procurou a prefeitura para falar sobre os problemas no trecho. "Hoje fiquei sabendo da manifestação, mas ninguém teve aqui na prefeitura, se tivesse vindo aqui na prefeitura eu teria mostrado nossas cobranças. Inclusive o secretário de infra-estrutura de Cardeal da Silva SR. Claudio, está em Salvador para uma reunião com o DERBA"

A prefeita disse que concordo com o movimento, de acordo com ela há muitos anos acompanha o descaso com a BA 400 e que fica feliz em saber que a comunidade está atenta. Informou que por varias vezes como prefeita da cidade já alugou maquinas para passar na BA, já reivindicou ao DERBA que inclusive também teria realizado uma manutenção na estrada com suas maquinas. "Eu quero dizer a população que não adianta mais passar a maquina, passar a patrol é jogar dinheiro fora, é gastar com uma maquina, equipamento caro para passar numa estrada que amanhã choveu acabou". Esclareceu.

De acordo com Quitéria a estrada precisa de um reparo forte com encascalhamento, mas que a cobrança é o asfalto."Na época que o secretário João Leão era secretário de infra estrutura, chegou até ser licitada a obra de asfaltamento, mas não foi feita, não foi executada."

Maria Quitéria ainda informou que o trabalho precisa ser definitivo por que o trabalho paliativo só enganaria o povo. "É preciso fazer um trabalho de base, por que se fazer um trabalho hoje paliativo pra enganar as pessoas, eu não vou enganar!"



Mesmo diante dos problemas e da demora pelas respostas do governo do estado, a prefeitura se comprometeu a disponibilizar a maquina para manutenção na estrada, porém mais uma vez garantiu que o ação somente minimizaria o problema, mas sem resolve-lo definitivamente.

Esplanada News sempre Informando!

0 comentários:

Postar um comentário