Pages

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

MAIS DOIS CASOS ABSURDOS - CRIANÇAS MORREM AO SEREM DEIXADAS DENTRO DE VEÍCULOS EM SÃO BERNARDO DO CAMPO/SP E EM BELO HORIZONTE/MG

Criança, de 2 anos, teria passado o dia no veículo na Rua 23 de Maio em SP. Em BH, a mãe esqueceu filha trancada no veículo. Menina ficou cerca de cinco horas dentro do veículo, diz PM.


SP - Uma criança, de 2 anos, morreu nesta quarta-feira (17) após ter sido esquecida dentro de um carro em um estacionamento, em frente à sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), na Rua 23 de Maio, em São Bernardo do Campo, no ABC, de acordo com informações do Corpo de Bombeiros.

O pai teria esquecido de deixar a criança na escolinha antes de ir trabalhar e só percebeu o ocorrido quando foi buscá-la, de acordo com as primeiras informações dos bombeiros, que foram acionados às 18h11 para atender a ocorrência. Ao chegar na creche, ele perguntou sobre o filho e uma funcionária lhe disse que ele não havia levado a criança. Ele voltou ao carro e só então teria visto a criança já morta.

A Polícia Militar, por sua vez, informou que foi acionada às 18h30 para atender uma vítima de mal súbito na Rua 23 de Maio, no bairro Anchieta. O caso deverá ser registrado no 2º distrito policial de São Bernardo do Campo.

EM MINAS - Uma menina de cerca dois anos de idade foi encontrada morta nesta quarta-feira (17) dentro de um carro no bairro Jaraguá, na Região da Pampulha, em Belo Horizonte.

Segundo a polícia, a criança saiu de casa com a mãe para ir ao berçário, mas foi esquecida por cerca de cinco horas dentro do veículo. Ainda de acordo com a corporação, a mulher disse que quem levava a criança diariamente para a escola era o pai, mas nesta quarta-feira, ela iria levá-la, porém colocou a filha no veículo e foi direto para o trabalho.

A mulher, que é técnica em eletrônica no Aeroporto da Pampulha, disse à polícia que trabalhou durante toda a tarde e não se lembrou de que havia deixado a filha no carro. No fim do expediente, ela pegou o carro e foi até o berçário pra buscar a menina. Mas só na porta da escola se deu conta do que tinha acontecido.

Ela chegou perguntando pela filha. As funcionárias da escolinha disseram que ela não tinha ido. Então a mãe voltou ao carro e encontrou a filha morta.

Em estado em choque, a mulher foi amparada por funcionários do berçário e por parentes. O tio da criança contou que a técnica em eletrônica tem uma rotina estressante. Ela tem outros dois filhos e o marido está viajando.

A mulher foi levada para delegacia para prestar depoimento.

Por: G1

0 comentários:

Postar um comentário