Pages

domingo, 15 de fevereiro de 2015

Sofrência na Barra: corda do trio de Pablo parte e cantor é advertido pela polícia

Sofrência na Barra: corda do trio de Pablo parte e cantor é advertido pela polícia
Foto: Joilson César/Ag Haack | Bahia Notícias
Representante máximo da 'sofrência', o cantor de arrocha Pablo passou por perrengues em sua apresentação no circuito Dodô (Barra-Ondina) neste sábado (14), quando comandou o bloco "Tô Ligado". A corda do seu bloco partiu pouco após a saída, próximo ao Camarote Bar Brahma (antigo Barravento). Com o rompimento, foliões do bloco começaram a brigar com a produção e a pipoca. A confusão foi tamanha que um major subiu no bloco e advertiu Pablo pela situação. O cantor pediu ao público e ao major que entendessem o ocorrido, que não era sua culpa e que, infelizmente, era uma fatalidade. "Eu quero cantar. Quem se sentir prejudicado e desejar pedir o dinheiro de volta, peço que busque a organização do bloco. Major, posso cantar?", pediu o cantor, que logo após a liberação cantou "Homem Não Chora", levando os foliões do bloco e da pipoca, já misturados, ao delírio. Mas a 'sofrência' de Pablo não parou por aí. Ao que tudo indica, houve também um problema no trio, citado pelo cantor para o público. ""A gente vai subir em um ritmo diferente. A ladeira está complicada e parece que também teve um problema no trio. Então vamos subir rápido. Toca Psirico!", disse Pablo, antes de puxar "Lepo Lepo", do Psirico.
 
Bahia Notícias

0 comentários:

Postar um comentário