Pages

sábado, 21 de março de 2015

'Não será com frases fáceis que o governador irá organizar a economia', rebate oposição


'Não será com frases fáceis que o governador irá organizar a economia', rebate oposição
Foto: Divulgação / Liderança / AL-BA
A bancada de oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), por meio de sua assessoria de comunicação, afirmou que "não será com frases fáceis que o governador da Bahia irá organizar a economia do estado, após oito anos de má gestão do ex-governador Jaques Wagner (PT) e do então secretário Rui Costa (PT), hoje governador". A declaração foi feita após Rui cobrar "coerência" dos deputados estaduais de oposição que querem aumento de verba, no momento em que o Estado passa por um contingenciamento de gastos - embora ainda não seja oficial. Rui Costa chegou a dizer que "teve notícias" de que os deputados estão "condicionando" votação de projetos a esse aumento. "Quem tem a maioria na Casa Legislativa para aprovar qualquer projeto, incluindo os do Executivo, é a bancada aliada ao governo do Estado", rebateu a bancada de oposição em nota, afirmando ainda que a questão do aumento de verba é de responsabilidade do presidente da AL-BA, Marcelo Nilo (PDT). Por outro lado, conforme diz o texto, "caso a bancada de oposição decida obstruir qualquer votação na Casa, será a favor do funcionalismo estadual, cujos salários que deveriam ter sido reajustados em janeiro, de acordo com o Estatuto do Servidor Público, continuam defasados". A bancada cobra do governador uma proposta de reajuste, mas Rui Costa ainda deixa em aberto o aumento no salário dos servidores. 
 
Bahia Notícias 

0 comentários:

Postar um comentário