Pages

terça-feira, 2 de junho de 2015

CÂMARA MARCA NOVA REUNIÃO COM SEC. DE EDUCAÇÃO E CONSELHO DA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR PARA DISCUTIR A MERENDA DAS ESCOLAS MUNICIPAIS

Na sessão dessa segunda feira, ficou acordada nova reunião no âmbito da Comissão de Educação da Câmara, com a Sec. de Educação, o Conselho da Alimentação Escolar - CAE e Assessoria Jurídica da Prefeitura e da Câmara para discutir a merenda escolar do município de Fátima. Há duas semanas já foi realizada uma reunião desse teor, por conta de reclamações de alunos referente à qualidade da merenda, e na oportunidade ficou acordado que a Secretaria de Educação, juntamente com o CAE e diretores escolares, providenciaria uma notificação à empresa GAMA DISTRIBUIDORA pela qualidade dos produtos entregues ao município. Foi discutido ainda naquela reunião, a compra, por parte do poder público, do percentual de merenda oriundo da agricultura familiar que até então não tinha sido efetuada. Segundo o vereador Binho de Alfredo, presidente da Comissão de Educação. “Nós provocamos a reunião com a Sec. de Educação e o CAE por conta das reclamações que estavam chegando até essa casa referente à qualidade da merenda. Na oportunidade pedimos à Sec. de Educação que tomasse as devidas providencias para sanar esse problema. E a secretaria informou que o procedimento seria uma reunião com nutricionista, CAE e diretores escolares para providenciar um relatório e notificar a empresa GAMA DISTRIBUIORA. Essa próxima reunião já estava prevista, pois a Sec de Educação vai nos mostrar as medidas já tomadas, inclusive sobre a merenda oriunda da agricultura familiar. Essa, já estamos sabendo, que já está sendo entregue nas escolas. No entanto, essa nova reunião torna-se urgente por conta das denuncias que estão recaindo sobre a GAMA DISTRIBUIDORA lá no município de São Cristóvao – SE. ”Sobre o fato de a GAMA DISTRIBUIDORA continuar prestando os serviços aqui em Fátima, diz o Vereador  “já temos um problema com essa empresa aqui que é referente a qualidade do produto que ela tem entregue em nossas escolas. Para sanar isso, é necessário um processo administrativo, que segundo informações, já está acertadamente sendo feito pela gestão, começando com a notificação à empresa. Mas, juntando os problemas que essa empresa já vem causando aqui no município, com a investigação que recai sobre ela em São Cristóvão, mesmo tal investigação não tendo nenhuma relação com o município de Fátima,  avalio que a atitude mais prudente da administração seria buscar mecanismos jurídicos para rescisão do seu contrato com a municipalidade imediatamente.”Leia mais: http://m.vereadorbinhodealfredo.webnode.com/Crie seu site grátis: http://www.webnode.com.br

0 comentários:

Postar um comentário