Pages

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Combate aos assaltos a banco terá reforço de helicóptero na região de Paulo Afonso

Segundo informações do Sindicato dos Bancários da Bahia, só nesse ano, ocorreram 93 assaltos a bancos no interior do estado. Recentemente as cidades de Santa Brígida e Pedro Alexandre, que são vizinhas de Paulo Afonso, também foram alvos dos assaltantes.

heliPara reforçar a segurança no interior da Bahia no combate a assaltos a bancos, a Polícia Militar vai passar a contar com mais dois helicópteros a partir do segundo semestre do ano. As informações foram passadas pelo comandante da Polícia Militar do Estado da Bahia, Anselmo Brandão, em visita a Tribuna da Bahia. Durante conversa com o diretor-presidente do jornal, Walter Pinheiro, e diretor de redação, Paulo Roberto Sampaio.
Segundo informações do Sindicato dos Bancários da Bahia, só nesse ano, ocorreram 93 assaltos a bancos no interior do estado. Brandão disse ainda que o grande problema da criminalidade são as leis. “ É preciso endurecê-las. Um grupo que é pego arrombando um caixa eletrônico, é enquadrado somente em furto qualificado e se tiver ameaça a uma pessoa, é roubo qualificado. É uma facilidade muito grande da justiça em liberar criminosos que foram pegos com oito fuzis, em 30 dias eles estão soltos,” explicou.
Por conta disso, a polícia tem fechado o cerco nas regiões com maiores números de assaltos a bancos. A estratégia agora é fazer uso de helicópteros. “Ainda no segundo semestre vamos disponibilizar duas aeronaves, que serão responsáveis pelo monitoramento da área e ficarão sempre em estado de alerta,” contou.
De acordo com o comandante da PM, as buscas serão feitas nas cidades onde os números de ataques a banco tem crescido. “Na região de Feira de Santana, onde os números são altos teremos um helicóptero. Já percebemos que o uso desses equipamentos dificulta a ação. Outro local é no norte de Juazeiro, fronteira com Paulo Afonso, os bandidos saem de Pernambuco e realizam o crime ali, e voltam pro seu lugar de origem. Com a aeronave vamos dificultar isso. São crimes que a inteligência policial é importante para desmontar os esquemas,” explicou.
Ainda segundo Brandão, o patrulhamento será feito o dia todo. “As rondas serão feitas durante o dia, chamamos de Operação Varredura , na região da cidade, mostrando que o patrulhamento aéreo existe. E a noite escolhemos grandes cidades, com operações especiais para apreender as quadrilhas. Um helicóptero no ar equivale a 15 viaturas no chão, essa é a sensação de segurança que é passada,” contou.
O comandante da PM espera uma redução ainda maior no numero de ataques a banco com a adoção das novas medidas. “Eu não tenho dúvidas de que essas ações vão significar uma redução importante,” finalizou.
Fonte: Tribuna da Bahia

0 comentários:

Postar um comentário